Novembro Azul e a importância dos exames para detecção do câncer de próstata

Não só no novembro azul mas sim no ano todo, exames de toque retal e PSA podem identificar o câncer de próstata precocemente e potencializar o tratamento
Novembro Azul e a importância dos exames para detecção do câncer de próstata-min

Sumário

Talvez a etapa mais importante para compreender o que significa o Novembro Azul – aquele que, para quem não sabe o que é o Novembro Azul, trata-se de um conjunto de iniciativas que estimula os cuidados com a saúde masculina de uma maneira geral – seja naturalizar a realização de exame de toque, quando necessária, em busca do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Por isso, além de conhecer fatores de risco e saber como prevenir a enfermidade (frentes que abordamos aqui nos últimos dois textos), devemos ter em mente que esse exame, que ainda gera preconceito e por vezes é negligenciado, é simples, rápido e não afeta em nada a masculinidade de quem o faz, sendo fundamental para quem imagina como prevenir o câncer de próstata.  

Quando devo procurar um médico?

A próstata sofre alterações com o passar do tempo, sendo que as mudanças mais significativas se iniciam a partir dos 40 anos de idade (faixa etária que se recomenda procurar um urologista para o acompanhamento adequado). Os casos diagnosticados de câncer de próstata, no entanto, são mais comuns após os 50 anos.

Se você está se perguntando quais os sintomas do câncer de próstata, saiba que, de  acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata inicialmente pode ser silencioso ou apresentar alguns sintomas relacionados ao ato de urinar. Por isso, sempre que perceber que está com dificuldade de urinar, com demora para começar ou terminar de urinar, notar sangue ou diminuição no jato da urina ou uma necessidade maior de ir ao banheiro, agende uma consulta. 

Esses sinais e sintomas podem representar doenças benignas, como prostatite (inflamação causada por bactérias) e hiperplasia benigna da próstata (aumento benigno do órgão), ou mesmo ser indícios do surgimento do câncer de próstata.

As formas de detecção do câncer de próstata são o exame de toque retal e PSA. Examinar homens sem sintomas ainda é controverso, pois além do benefício da detecção precoce há a possibilidade de resultados falso-positivos ou falso-negativos e do sobretratamento, que pode fazer com que se trate um câncer que jamais teria evolução. 

Mas, afinal, como é o exame de toque retal? 

Exame que não exige preparação prévia, o exame de toque retal costuma durar 10 segundos e é indolor. Protegido por uma luva e usando lubrificante, o médico introduz o dedo no ânus do paciente para identificar possíveis alterações, já que o exame possibilita palpar as partes lateral e posterior da próstata. 

E o PSA? 

Trata-se de um exame de sangue que mede a quantidade de proteína produzida pela próstata. Níveis altos de Antígeno Prostático Específico (PSA) podem indicar doenças benignas ou o câncer de próstata. 

Tanto o PSA quanto o exame toque retal são utilizados para observar indícios da doença, mas o câncer de próstata só é plenamente confirmado por meio de biópsias que retiram pequenas partes da próstata para análise em laboratório. 

Cuide SEMPRE da sua saúde 

Aproveitando as dicas, também é importante ter o acompanhamento de um especialista. Para quem é cliente Filóo Saúde, basta acessar este link, encontrar o profissional ideal e agendar. E caso você ainda não seja cliente, clicando aqui é possível se cadastrar gratuitamente e agendar a consulta com super desconto.

Quer iniciar os cuidados com a saúde?

Últimos posts

Compartilhe