Insônia e depressão: como a falta de sono influencia a saúde mental?

14 de setembro de 2021 05m40s de leitura

Compartilhe

Insônia e depressão: como a falta de sono influencia a saúde mental?

Existe uma relação entre qualidade do sono e saúde mental. A falta de sono pode desencadear muitos problemas, como o desenvolvimento de um quadro depressivo. Por isso, insônia e depressão, por muitas vezes, se apresentam juntas. 

De acordo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os distúrbios do sono já são o segundo transtorno mental mais recorrente no mundo, afetando um terço da população mundial. 

Para entender a relação entre insônia e depressão, além de medidas que podem ajudar com a falta de sono, confira o texto que preparamos para você. 

A importância do sono 

O sono é crucial para manter o organismo funcionando de forma adequada. Isso porque, ele mantém o equilíbrio metabólico, emocional e psíquico. 

Ou seja, colabora para o aparecimento de doenças como Diabetes, problemas psicológicos e alterações no sistema imune.

É preciso ter uma boa noite sono para ter disposição para as tarefas do dia.

Problemas causados pela falta de sono 

A falta de sono também pode gerar irritabilidade. Por isso, é normal percebermos no nosso dia a dia como uma pessoa que não dormiu bem está de mau humor. Ela pode apresentar também sinais de falta de disposição, ansiedade e cansaço.

Uma pesquisa realizada na Universidade Estadual da Pensilvânia, identificou que pessoas que dormiam menos de seis horas diárias tinham duas vezes mais chances de morrer de doença cardíaca ou derrame cerebral, em comparação com pessoas que dormem seis horas ou mais.

O risco aumenta para três vezes entre pessoas com histórico de doença cardíaca ou derrame.

Qual é a relação entre insônia e depressão? 

De forma prática, pode-se dizer que uma doença pode provocar a outra, mas não obrigatoriamente. Ou seja, a insônia facilita o desenvolvimento de um quadro depressivo, assim como uma pessoa com depressão, por muitas vezes, apresenta dificuldade para dormir. 

Portanto, o estresse e a ansiedade, típicos do quadro depressivo, são os que atrapalham o sono. 

Se você apresenta um quadro relacionado a alguma dessas doenças, é muito importante que procure ajuda médica. As especialidades de psiquiatria e psicologia são as indicadas para um melhor tratamento.  

Com o cartão Filóo Saúde é possível realizá-las sem precisar sair de casa. Isso porque, você tem acesso ao serviço de Telemedicina Einstein Conecta do Hospital Israelita Albert Einstein. Clique aqui e saiba mais!

Como a falta de sono influencia a saúde mental?

A insônia ainda aumenta a probabilidade de uma pessoa desenvolver baixa autoestima e uma autoimagem ruim. Além disso, a consequência de ter um sono irregular e de baixa qualidade é a intensificação dos sinais clínicos de doenças mentais.

Foi realizada uma pesquisa na Universidade de Otago, localizada na Nova Zelândia, sobre essa temática. Nela continham 1.110 pessoas, com idade entre 18 e 25 anos, e aqueles que afirmaram ter um sono de boa qualidade apresentaram menos que a metade de sentimentos negativos/depressivos em uma semana do que quem declarou ter um sono de baixa qualidade. Além disso, relatam ter mais sentimentos positivos no mesmo período.

Como dormir melhor?

Para conseguir uma noite de sono de qualidade, é importante seguir uma rotina:

  1. Estabeleça horários regulares para dormir e acordar;
  2. Na hora de dormir, tome banhos quentes ou use meias, isso vai ajudar o seu corpo a relaxar;
  3. Minimize ou exclua barulhos e luzes;
  4. Evite cochilos ao longo do dia; 
  5. Realize atividade física regular durante a manhã ou tarde;
  6. Se exponha diretamente à luz solar em horários em que ele não esteja muito forte, como pela manhã e no final da tarde; 
  7. Controle o consumo de cafeína, nicotina e álcool;
  8. Relaxe antes de dormir com: leitura, meditação ou alguma atividade tranquila.

Quer saber mais sobre qualidade do sono? Baixe o nosso ebook e entenda como você pode dormir melhor.

Espero que esse texto tenha te ajudado a entender sobre insônia e depressão, além da importância do sono para a saúde mental. Para mais conteúdos relevantes, nos acompanhe nas redes sociais

Na dúvida, procure um profissional de saúde. E se precisar, lembre-se: conte com a gente. Cartão Filóo Saúde.