Alimentação saudável para idosos: qual a importância?

15 de março de 2021 06m09s de leitura

Compartilhe

Alimentação saudável para idosos: qual a importância?

Com o envelhecimento, o metabolismo começa a funcionar de maneira mais lenta, havendo uma redução na absorção de nutrientes necessários. É natural que essas mudanças fisiológicas ocorram no nosso corpo, o que faz com que alguns cuidados sejam necessários para manter uma alimentação saudável para idosos.

Uma nutrição adequada na terceira idade é tão importante, às vezes até mais, do que para qualquer outra faixa etária. Comer bem nesta fase é fundamental para evitar a desnutrição e ter melhor qualidade de vida. Isso porque, uma alimentação regrada e com todos os nutrientes necessários, auxilia a evitar doenças comuns nessa idade.

Por isso, a Filóo Saúde trouxe algumas dicas a serem seguidas para manter uma alimentação saudável para idosos, confira!

Cronograma alimentar do idoso

Um ponto muito importante, é saber todos os problemas de saúde que o idoso possa ter que influenciam na alimentação, como: diabetes, hipertensão, obesidade, intolerância ao glúten ou à lactose, etc. Por isso, é crucial estar sempre em dia com os exames. 

A Filóo saúde te ajuda a encontrar o profissional que você necessita para uma vida saudável na terceira idade. Clique aqui e saiba mais. 

As quantidades, os horários e a frequência das refeições também são fundamentais para verificarmos se os hábitos alimentares estão de acordo com o quadro de saúde.

O café da manhã é uma refeição muito importante, talvez até a mais, pois ele trará toda a sustentação necessária para o dia. Almoço e jantar também são indispensáveis. 

Ainda que o apetite não seja o mesmo, é importante também incluir mais dois pequenos lanches nesse cronograma. Outra coisa, é que não se deve pular as refeições, para que o corpo não sinta falta de energia. Estabeleça horários de acordo com a rotina que o idoso mantém.

O que comer?  

Existem algumas vitaminas indispensáveis para uma alimentação saudável para idosos. Vamos lista-las e dar exemplos de alimentos que podem conter essa vitamina. 

Todos os nutrientes estão disponíveis na alimentação se escolhermos e consumirmos de forma variada vegetais, carnes, ovos, leite e derivados e carboidratos. Claro, seguindo sempre o aconselhamento médico necessário. Encontre o profissional mais perto de você em nosso aplicativo Filóo Saúde.  

Cálcio

É normal, em uma certa idade, sofrer de osteoporose. Por conta disso, é importante adicionar à dieta alimentos como leite, folhas verde-escuro e cereais como a quinoa, pois são alimentos ricos em cálcio. Evite bebidas como café, refrigerantes, álcool e chá preto, pois eles influenciam negativamente e de forma direta na produção de cálcio para o corpo.

Para que o cálcio seja absorvido pelo organismo é preciso também consumir alimentos ricos em vitamina D. As principais fontes alimentares de vitamina D são as carnes, peixes e frutos do mar, como salmão. Além de tomar um solzinho diário. 

Potássio

O potássio é um grande aliado para reduzir os riscos de hipertensão e derrame. Pessoas idosas podem sofrer com a perda de potássio devido ao uso de determinados medicamentos. Nesses casos, precisa incluir em sua dieta alimentos como: banana, soja, feijão, damasco, abacate, iogurte, ameixa e melancia

Ômega-3

O Ômega-3 age diretamente no cérebro, estimulando a comunicação entre as células nervosas. Então, ele é um aliado na prevenção do mal de Alzheimer, Parkinson, depressão, perda de memória e concentração. Esse nutriente é encontrado no salmão, no atum e na sardinha.

Invista também em alimentos em outras classes de alimentos importantes, ricos em zinco, fibras e vitaminas do complexo B

A importância da hidratação para o idoso

Os idosos precisam ingerir os já recomendados dois litros de água por dia. Nessa idade, os riscos de desidratação são maiores, tendo em vista que há uma redução natural de aproximadamente 20% de água no corpo quando envelhecemos, e isso se reflete principalmente na hidratação da pele. Beber água também é ótimo para o funcionamento dos órgãos e para ter mais disposição 

Diminua o sal

O sal geralmente é utilizado como tempero, então, o ideal é reduzir seu uso ou até mesmo substituí-lo. O problema da hipertensão é bastante comum, principalmente nas pessoas de idade avançada, e o sal contribui diretamente com essa doença. Espero que as dicas tenham te ajudado na alimentação saudável para idosos. Essa é uma idade que requer atenção, cuidado e muito amor. E se precisar, lembre-se: conte com a gente. Cartão Filóo Saúde.